SÓDIO, ONDE ELE ESTÁ E O QUE ELE FAZ?

O Sódio é um componente do sal de cozinha (NA – sódio + CL – cloro), este usado no tempero de alimentos em cozinhas industriais e no dia a dia nas mais diversas residências. O que se precisa saber é que na medida certa, o sal (e consequentemente o sódio), não traz malefícios à saúde (salvo alguma patologia que deve ser tratada individualmente).

 

A preocupação deve estar quando no seu uso excessivo, pois facilmente as pessoas exageram nas quantidades adicionadas às preparações e principalmente excedem no consumo de alimentos que tem este componente - o sódio - associado aos demais ingredientes. É muito comum encontrar sódio nos mais diversos alimentos industrializados (temperos, biscoitos, salgados, pães e embutidos como presunto, peito de peru, salsicha, dentre outros), isso porque além de realçar o sabor, também facilita conservar os mesmos. Para que o prazo de validade seja maior, normalmente são aumentadas as quantidades de sódio, o que reduz a qualidade nutricional do produto, facilitando o desenvolvimento de Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS), retenção de líquido e podendo fazer sobrecarga renal.

 

Não deveríamos consumir mais que 5g de sal por dia (2000mg de sódio). Para que isso seja possível,  quanto mais consumirmos alimentos naturais e menos produtos alimentícios (alimentos industrializados), dificilmente exageraremos na quantidade de sódio. Também é fundamental evitarmos o saleiro à mesa e quando optarmos por alimentos como manteiga, por exemplo, preferir as versões sem sal, bem copo optar por versões de shoyo com menor concentração desse ingrediente, pode ser outro bom exemplo. Além desses citados, olhar os rótulos dos alimentos em geral, também facilita evitar os mais “salgados”.  Fazer opções mais saudáveis é o melhor caminho.

 

Vera Lucia Moratelli Warmeling

Nutricionista – CRN10 2631

Compartilhe:

Deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

Cidade:

Estado:

Mensagem:

Digite o texto da imagem acima: